Postagem leve: Algumas dicas sobre identidade visual em blogs

Olá, esta postagem será rápida e simples. Sinto a necessidade, após ter escrito sobre as etapas para a construção de um bom blog de comentar sobre identidade visual.
Perceba que uso o termo “construir” e não montar um blog. A ideia de construir é indicar que deve-se trabalhar constantemente nele para que ele ganhe corpo e cumpra sua função. De nada adiante “criar” um blog e deixá-lo por si só, sem alimentá-los com novos textos e informações.
Pense só, as possibilidades que os sistemas de informática possibilitam são muitas, hoje os filmes já estão saindo em três dimensões por causa disso. Mas, contudo, todavia, ainda que, isso esteja assim, um blog, um site, não deve ser lugar para se usar toda uma parafernália de botões, imagens animadas, coisas piscando na tela, desenhos copiados de sites mundo afora, cores e tamanhos de textos diferentes.
Um blog informativo deve ater-se ao mínimo de firulas e centrar-se na informação, no seu objetivo, no seu público. Vemos por aí muitos blogs onde se abusam de muitos recursos e configurações que deixam o blog mais parecido uma avenida cheia de neons, onde não se sabe, nem se consegue, fixar em uma coisa só, tudo chama a atenção.
Um blog informativo bem elaborado permite que o texto seja a coisa que mais chama a atenção. Mesmo que ajam fotografias e imagens, estes não distraem a atenção do leitorr porque apenas compõem a informação, fortalecem-na. Definitivamente uma imagem não vale por mil palavras; quem tem que dizer é o texto, a imagem confirma o que estiver escrito.
Para tentar explicar melhor isso, vou citar um exemplo que ouvi alguns anos atrás: Certa vez um indigenista, acho que um dos irmãos Vilasboas, não sei, na tentativa de se comunicar com uma população natural nova fazia perguntas para tentar aos poucos identificar palavras dentro do desconhecido idioma. Com este objetivo, apontava para uma árvore e ouvia uma palavra; apontava para um bicho, e ouvia a mesma palavra; apontava para o céu, e novamente ouvia a mesma palavra. depois de algum tempo e muita curiosidade entendeu que eles estavam nominando era o dedo dele, momento em que pensou em outras formas de obter a informação que queria. De nada adianta uma imagem sem as palavras, sem o pensamento de quem fotografou.

Seguem mais algumas indicações de blogs onde obter mais informações sobre o assunto:

http://www.codigosblog.com.br/2010/01/30-dicas-para-criar-um-blog-de-sucesso.html

É isso amigo!
Estamos na área e aguardando suas perguntas, sugestões e críticas.
Um abraço!

Anúncios
Esse post foi publicado em Primeiros Passos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s